A Importância da Negociação em sua Carreira

A Importância da Negociação em sua Carreira

Compartilhe esse post!

A importância da negociação em sua formação profissional não pode ser subestimada. Mantenha sua carreira avançando e aproveite as vantagens da articulação nos negócios.

Quais são os ingredientes essenciais para progredir no local de trabalho? Com trabalho duro, habilidades de comunicação e uma dose generosa de sorte, todos são capazes de prosperar, é claro. Mas outro ingrediente chave – que é frequentemente ignorado – é a capacidade de reconhecer e aproveitar as oportunidades de negociar para o sucesso futuro da sua carreira. Como sua função na organização está quase sempre em negociação, a importância dela em seu sucesso não pode ser ignorada. As três orientações a seguir ajudarão você a ter mais sucesso em seus negócios:

1. Negocie para o sucesso a longo prazo de sua carreira

Todos nós sabemos a importância da negociação em ambientes corporativos, quando se trata de nosso salário e benefícios. Mas os melhores negociadores reconhecem que essas preocupações são apenas um componente estreito de um quadro mais amplo. Também devemos negociar as ferramentas que precisamos para nos tornarmos pessoas satisfeitas e bem remuneradas ao longo do tempo, recomenda David A. Lax, co-autor (com James K. Sebenius) do livro 3-D Negotiation: Powerful Tools to Change the Game in Your Most Important Deals (Harvard Business School Publishing, 2006).

Em vez de olhar para o emprego para o qual está se candidatando como um destino final, pense nele como um preparo para o próximo trabalho e, talvez, para o subsequente, Lax aconselha. Essa mudança de mentalidade permitirá que você perceba as vantagens da negociação para ajudá-lo a obter as ferramentas necessárias para crescer e prosperar no futuro. Essas ferramentas podem incluir uma equipe de suporte forte, mais treinamento ou um cargo que o preparará para uma futura meta de carreira.

Geralmente, os empregadores são indiferentes entre gastar o seu dinheiro em um salário ou em benefícios que você valorize mais. Se ter uma formação acadêmica melhorasse suas habilidades de trabalho, um empregador poderia estar disposto a pagar a mensalidade dessa formação com o próprio faturamento antes dos impostos previstos no salário, a um custo menor do que você mesmo pagaria, por exemplo.

2. Negocie sua função

Uma vez que estamos no trabalho, frequentemente deixamos de negociar de forma assertiva para o sucesso de nossa carreira. Para explicar porque, em seu livro Negotiating at Work: Turn Small Wins into Big Gains (Jossey-Bass, 2015), Deborah M. Kolb e Jessica L. Porter fazem uma distinção entre as negociações com “N” maiúsculo e “n” minúsculo. Negociações com “N” maiúsculo são as trocas formais de contratos e acordos nos quais nos envolvemos com clientes em nome de nossa organização.

Em contraste, as negociações com “n” minúsculo se tratam das situações de trabalho mais pessoais e informais em que negociamos por nós mesmos. Exemplos disso no local de trabalho podem incluir pedir a um chefe os recursos adicionais necessários para que um projeto seja bem-sucedido ou negociar por um desentendimento com um colega de trabalho.

Às vezes, ignoramos a importância da negociação no trabalho, porque não sabemos o que é possível. Além disso, a outra parte (como um chefe que não lhe deu um aumento em dois anos) pode parecer não ter incentivos para negociar com você, deixando que você inicie a conversa. Você deve se informar sobre os parâmetros de uma negociação reunindo informações, inclusive da sua rede de contatos, tanto dentro como fora da organização, aconselham Kolb e Porter.

Além disso, você deve procurar maneiras de motivar a outra parte a negociar com você, tornando seu valor visível. Por exemplo, lembrar seu chefe do grande contrato que sua equipe fechou recentemente deve motivá-lo a participar de uma conversa sobre um possível aumento.

3. Negocie para o seu sucesso

Para fechar as negociações com “N” maiúsculo, também temos que convencer as partes interessadas em nossa organização que elas devem assinar e/ou implementar um acordo que você mereça. Essas partes interessadas podem incluir o setor financeiro, o escritório do conselho geral ou a unidade de desenvolvimento de produtos, observa Jeswald W. Salacuse, autor de Negotiating Life: Secrets for Everyday Diplomacy and Deal Making (Palgrave Macmillan, 2013).

Aqui, novamente, a importância da negociação em sua carreira torna-se clara. Primeiro, Salacuse aconselha explorar os interesses complexos de sua organização, reunindo-se com pessoas-chave. Descubra como eles veem o negócio potencial e quais de seus interesses você pode precisar ceder para garantir uma implementação bem-sucedida.

Segundo, garantir um mandato para negociar em nome desses constituintes, como a autoridade para explorar certos tipos de acordos e, talvez, assumir compromissos provisórios em seu nome.

Em terceiro lugar, trabalhe constantemente para preservar e fortalecer seu mandato de negociação, mantendo esses membros-chave da organização atualizados sobre seu progresso, e envolva-os conforme apropriado.

Finalmente, informe essas pessoas sobre quaisquer necessidades ou desafios especiais que surjam, como questões culturais ou políticas que imponham restrições ao seu parceiro externo.

Que exemplos você tem da sua própria carreira que ilustram a importância da negociação?

Quer negociar melhor, influenciar e agregar valor ao seu produto no Agro? Baixe agora o Ebook gratuito: 4 Formas de Influenciar no Agronegócio | Como aplicar a Metodologia Harvard e a Neurociência em suas negociações

Por Equipe Guilherme Tavares, traduzido e adaptado de:

Author (Autor): KATIE SHONK

Article title (Título do Artigo): “The Importance of Negotiation in Business and Your Career”

Website title (Site): PON – Program on Negotiation at Harvard Law School

https://www.pon.harvard.edu/daily/business-negotiations/the-importance-of-negotiation-in-business/

Publication date: June 3rd, 2019

Compartilhe esse post!

Deixe uma resposta

shares
pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese